Obstáculos que impedem a mulher de chegar ao orgasmo:Ansiedade, baixa autoestima, tabus, medos, medicamentos, autoestima e até o ciclo menstrual atrapalham o clímax da mulher. Reconhecer isso é o primeiro passo; o segundo é imediatamente agir. Nós mulheres, sempre fizemos acontecer; agora não será diferente. Agora temos auxílio!


mulher feliz sexualmente

a mulher não evoluiu

A afirmação acima pode parecer sensacionalista, porém é a mais pura verdade quando se interpreta a conduta da mulher e sua posição diante dos obstáculos sexuais. O que aconteceu, e ainda acontece de um tempo para cá é o VULGAR ser atribuído de forma errônea à mulher. A Mulher como um todo, no geral, não é vadia, mas está caracterizada no mundo todo como sendo, devido a uma marcha que a grande maioria não faz parte, a marcha Das vadias. Irei além, isso está prejudicando a figura feminina, a figura da mulher, que inerte assiste a tudo impassível.

Para a grande maioria das mulheres chegar ao Orgasmo é extremamente complicado; isso quando sentem. A mulher tem um corpo e um modo de pensar e agir mais complexo que o Do Homem (existe exceções, claro). Assim, procure observar obstáculos que talvez você os esteja a enfrentar e não sabe bem como com ele lhes dar.

Você tem certeza de que já chegou a um orgasmo? Parece uma pergunta óbvia, mas muitas mulheres não sabem se realmente alcançaram o clímax: uma pesquisa realizada pelo Projeto Sexualidade (Prosex), da Universidade de São Paulo, revelou que 34,6% das brasileiras sofrem com a falta de desejo sexual e 29,3% delas têm vida sexual sem orgasmo. Além disso, 92% das mulheres não costumam se masturbar.
De acordo com a ginecologista e obstetra Erica Mantelli, durante o orgasmo
a mulher tem uma grande sensação de prazer físico. “A lubrificação da vagina e a musculatura da pélvis apresentam contrações rítmicas e involuntárias – algumas mulheres sentem contrações fortes e outras, mais suaves”, explica. Esse momento não dura mais do que alguns segundos, mas é arrebatador e dá para saber que aconteceu – o corpo ficará relaxado depois, como se estivesse anestesiado. Se você tem dificuldades de chegar a esse clímax, confira a seguir dez dos principais motivos apontados por especialistas. 

dv2174031Ficar dispersa durante o sexo

Pode até parecer que você não está interessada no momento, mas há grandes chances de a culpa ser do excesso de estresse e preocupações que bloqueiam o relaxamento. A ginecologista e obstetra Erica Mantelli conta que os fatores psicológicos que interferem na relação são até mais importantes que os físicos para a mulher. “Ela precisa estar 100% focada na relação sexual para conseguir identificar em seu corpo os locais onde mais sente prazer”, afirma a médica. “A mulher depende de estímulos sonoros e táteis, diferente do homem que é excitado mais facilmente – muitas vezes apenas com estímulo visual”, afirma. Procure tomar um banho, ouvir uma música ou fazer uma massagem para ficar mais relaxada.

Apego aos tabus

A psicoterapeuta Evelyn Vinocur explica que a educação rígida gera crenças falsas em relação ao sexo oposto, sexualidade, masturbação e orgasmo. “Muitas mulheres que acreditam nisso se sentem culpadas, ficam preocupadas demais e não conseguem chegar ao orgasmo”, diz. Procurar um psicólogo, nesses casos, pode ser uma ótima forma de trabalhar com o medo e a tensão. 

Só com a luz apagada…

Sentir vergonha do corpo a ponto de se preocupar na hora da relação sexual interfere no seu prazer. A psicóloga Janaína Reis explica que a mulher com autoestima baixa tende a não se sentir à vontade para explorar o corpo por meio de toques e carícias para descobrir os pontos de prazer. “A masturbação é uma das principais formas de alcançar o autoconhecimento sexual”, diz. Se a mulher não se sente segura e não sabe como ter prazer, pode ter dificuldade em atingir o orgasmo tanto sozinha quanto com o parceiro – já que não consegue guiá-lo ou expressar de que forma sente mais prazer.
A psicoterapeuta Evelyn lembra outro problema da
 autoestima baixa: o fingimento. “Por medo de não agradar o parceiro, a mulher finge que chegou ao orgasmo quando, na verdade, não sente”, afirma a profissional. “Nesses casos, recomendo uma terapia breve para incentivar a mulher a ultrapassar esse bloqueio em relação ao corpo.”

f[1]Falta de atração

Se você sente que o seu parceiro não a atrai sexualmente, as especialistas recomendam fazer uma reflexão: você já sentiu desejo antes com esse parceiro? Segundo Janaína Reis, é preciso identificar qual disfunção sexual a mulher apresenta: desejo sexual hipoativo (a falta de vontade de fazer sexo, frigidez) ou anorgasmia (incapacidade de chegar ao orgasmo mesmo com excitação).
Se for o primeiro caso, talvez seja preciso rever os motivos que a levou a ter um relacionamento amoroso com o seu parceiro ou os fatores que estão interferindo na atração física, pode ser até rancor do marido. “É importante buscar ajuda com um terapeuta sexual”, recomenda Janaína. 

mulher que não gozaMedo de não conseguir

A expectativa de querer chegar ao orgasmo pode causar o efeito inverso: deixar você ainda mais longe do clímax. “Quando a mulher vivencia o relacionamento sexual preocupada tanto com o seu desempenho como com o objetivo de atingir o orgasmo, ela pode deixar de se entregar às sensações prazerosas do encontro sexual”, explica Janaína Reis. Se você sentir que não consegue controlar essa ansiedade, converse com um psicólogo.

Fadiga

Há diversas causas por trás da fadiga, desde a correria do dia a dia até problemas de saúde, como alteração hormonal, hipertensão e fadiga crônica. “Mulheres com fadiga podem perder o interesse pelas relações sexuais e iniciá-las apenas para agradar o parceiro, sem conseguir aproveitar o momento e chegar ao orgasmo”, explica a psicóloga Janaína. O excesso de cansaço pode ser reflexo da rotina agitada, mas se você sentir que está sonolenta e indisposta demais, converse com um médico.

Saúde debilitada

Há uma infinidade de doenças e problemas de saúde que podem interferir na libido e no orgasmo feminino. Confira os principais, apontados pela ginecologista Érica:
– Infecções vaginais e doenças no colo do útero, que podem gerar desconforto na penetração e dor durante a relação, prejudicando a lubrificação e interferindo no prazer sexual;
– Doenças como diabetes
e alterações hormonais, que diminuem o estímulo causado na zona erógena (zona de maior prazer), reduzindo também a sensibilidade da mulher e a condução do estimulo através de nervos que mandam mensagem ao cérebro;
– Doenças psiquiátricas, estresse e ansiedade, que prejudicam os pensamentos da mulher, atrapalhando seu relaxamento e impedindo que chegue facilmente ao clímax;
– Uso abusivo de drogas e álcool, que causam repercussões negativas na relação sexual, dificultando e até impedindo a chegada ao orgasmo.

Medicamentos

Alguns medicamentos inibem a libido, ou seja, a vontade sexual: antidepressivos, diuréticos, medicação para úlcera gástrica e anticoncepcionais. “Os anticoncepcionais inibem a ovulação e, com isso, diminuem a libido”, explica Érica Mantelli. Já os outros medicamentos atuam no sistema nervoso central, diminuindo o hormônio responsável pelo prazer.

Ciclo menstrual

O prazer sexual pode variar de acordo com o seu ciclo. “Na semana da menstruação, a sua libido pode ficar maior devido aos altos níveis hormonais, principalmente estrógeno e testosterona“, conta a ginecologista Erica. Com o aumento de circulação sanguínea na região da pélvis, o clitóris também fica mais sensível e é mais fácil chegar ao orgasmo.
Uma semana após a menstruação, os níveis hormonais continuam altos e o seu corpo começa a se preparar para a ovulação – que ocorre aproximadamente 14 dias após a menstruação. “Nesse período, a lubrificação vaginal está maior, favorecendo a penetração e trazendo mais conforto à mulher, que fica mais relaxada para ter orgasmos”, afirma a médica.
No meio do ciclo, ocorre a ovulação e pode ser um período doloroso para a mulher, menos favorável à relação sexual. Já na semana que antecede a menstruação, há queda da libido e TPM, sendo uma fase bem mais difícil de chegar ao orgasmo. “Vale lembrar que é preciso respeitar esse tempo se não houver possibilidade de manter relações sexuais – afinal, dura apenas alguns dias”, afirma Erica. 

Trauma de violência sexual

Mulheres que já foram vítimas de violência sexual necessitam de acompanhamento médico de rotina, com suporte psicológico e orientação sexual. “Não tenha medo ou vergonha de falar sobre o que aconteceu e converse com o seu ginecologista”, recomenda Erica Mantelli. Ela explica que, em vez de relaxar e aproveitar a relação sexual, a mulher pode relembrar cenas tristes que aconteceram, interferindo na libido. O apoio profissional irá minimizar esses traumas e preparar a mulher para uma vida sexual saudável.

mulher poseUm Avanço considerável:

O Viril Energy Plus turbo For Woman vem Trazendo uma resposta excepcional para as mulheres que de uma forma ou de outra agem de forma a prejudicar seu prazer sexual; ou o tem abalado por menstruações desregulas, fortes fluxos sanguíneos e até mesmo medo do Sexo por violência outrora sofrida.

Ficar dispersa durante o sexo– Aqui a atuação e resposta do O Viril Energy Plus turbo For Woman é fácil de explicar. Estar dispersa é não está sentindo o prazer devido. Quando ás sensações sensoriais são fortes a mulher não se dispersa.

Apego Aos Tabus– Aqui O Viril Energy Plus turbo For Woman age de forma arrebatadora. O Tesão é tamanho que a mulher superará os tabus e estará liberta para felicidade pessoal, sexual e bem-estar seu e da relação.

Só com a luz apagada… Esse fator está ligado à autoestima. Aqui o Viril Energy Plus turbo For Woman age como potencializador intenso do desejo e do tesão. A preocupação com a luz, mediante o desejo de ser tocada, acariciada, beijada, penetrada prevalecerá sobre a questão da necessidade do escuro para fazer amor.

Falta De Atração – Essa é uma consequência intrínseca dos efeitos do O Viril Energy Plus turbo For Woman. A Atração sexual será extremamente forte. Será despertada na mulher o desejo, sobretudo de se satisfazer. Ela passa a receber mensagens do cérebro de que necessita dos prazeres e das substâncias liberadas pela relação sexual.

especial mulherMedo De não conseguir– O Viril Energy Plus turbo For Woman torna esse medo, o medo de não conseguir, inexistente, pois ela estará ciente de que vai conseguir. Sequer questionar-se-á sobre isso.

Fadiga- A Fórmula do Viril Energy Plus turbo For Woman propicia o combate direto a fadiga, stress físico e mental, mal humor, mal-estar

Saúde debilitada– Analisando a Viril Energy Plus turbo For Woman é fácil constatar que ele equilibra o corpo, as funções corporais, os hormônios, inclusive a testosterona. A mulher necessita de 1/3 da quantidade dos Homem)

Medicamentos – O uso de medicamentos influi demais na libido, porém, sabendo disso a fórmula do Viril Energy Plus turbo For Woman trabalha com a hipótese de fatores diversos concorrendo para baixa da libido; assim, nenhum antidepressivo, anti-hipertensivo ou outro medicamente qualquer influirá ou influenciará no desejo sexual feminino.

VIRIL ENERGY PLUS FOR WOMANCiclo Mentrual A Fórmula do Viril Energy Plus turbo For Woman é foi desenvolvida para regular o ciclo menstrual de forma paulatina. Diminuir a quantidade excessiva de dias, diminuir as cólicas menstruais, Diminuição do Fluxo sanguíneo quando esse for excessivo, Combater a TPM, os fatores adversos da Menopausa.

Casos de violência sexual: nesse caso, o uso do Viril Energy Plus turbo for Woman é fundamental, pois além de equilibrar os fatores desencadeantes de fortes emoções o aumento do desejo, um tesão, um querer sexual realmente forte será necessário, tendo sido a eficácia do viril Energy Plus Turbo For Woman em 100% dos casos.

viril for woman

Porque Gozar, Não é Ser vulgar!

telefones

virilenergy@outlook.com

logo-lyzzy-novalogo-da-uollogo you and i pequena

Obstáculos que impedem a mulher de chegar ao orgasmo:Ansiedade, baixa autoestima, tabus, medos, medicamentos, autoestima e até o ciclo menstrual atrapalham o clímax da mulher. Reconhecer isso é o primeiro passo; o segundo é imediatamente agir. Nós mulheres, sempre fizemos acontecer; agora não será diferente

Anúncios

Sobre revistadainternet

Sou Rômulo Soares Albuquerque, nascido em 02 de Março de 1976, formado em Direito desde 1999, com inscrição da OAB-CE sob o número: 13.414 residente e domiciliado em Fortaleza-Ce. E-mail pessoal: romuloalbuquerque.adv@msn.com

Publicado em 16 de julho de 2013, em A mulher necessita de 1/3 da quantidade dos Homem,Medo De não conseguir, O ,Viril, Energy ,Plus, turbo ,For, Woman, medo, conseguir, inexistente,Fadiga, A Fórmula do Viril Energy,Plus turbo For Woma, Medicamentos, medicamentos, influi demais na libido, fórmula, do Viril Energy Plus turbo For Woman, trabalha com a hipótese,fatores, diversos, baixa da libido, assim, antidepressivo, anti-hipertensi e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s