Pit Bull ataca e mata sua proprietária, em casa no interior paulista. Sua imagem era a foto de capa de seu face book!


 

clip_image002

ATAQUE DE PITBULL MATANDO A PRÓPRIA DONA REABRE POLÊMICA SOBRE DIREITO DE CRIAÇÃO DESSES ANIMAIS EM SOCIEDADE!

O aqui Em Tempo Real vem se destacando dos demais Blogs e sites por abordar temas polémicos, não discutidos pela sociedade, ou temas onde o sensacionalismo midiático tornam da notícia um motivo para criar instabilidade e caos na sociedade. Entretanto, há casos de pessoas que insistem em posicionamentos pautados em fontes irresponsáveis ou apaixonadas para defenderem seu ponto de vista, ou impor aos demais seres humanos com quem convive algo temido e perigoso. A História mostra mais uma vez não ser um cão da raça PIT BULL confiável. Na reportagem a seguir você confere o fato, após características do cão, e por final uma análise, ao nosso entender, tendenciosa, favorecendo os proprietários desses animais em detrimento da sociedade. Creio que se deva repensar posicionamentos e, rediscutir o tema. O fato do cão ter matado a dona não justifica os proprietários em os possuí-los. Apesar de tudo indicar que o cão era bem tratado e cercado de amor, aguardemos as investigações de de concluirmos um pensamento definitivo sobre. Porém, afirmo, eu, não gostaria de viver ou conviver próximo a animais dessa espécie.

 

clip_image001Uma mulher foi morta na noite de ontem (5) em Itapira (173 km de São Paulo) após ser atacada pelo cachorro dela, da raça pit bull. Bárbara de Oliveira, 35, farmacêutica, estava em casa sozinha com o animal quando foi atacada. Vizinhos chamaram a Guarda Municipal após ouvir gritos dela, mas, quando os patrulheiros conseguiram entrar na casa, Bárbara já estava morta. Ela morava com o marido, que estava viajando no momento do fato. Segundo a Polícia Civil, não há informações sobre o que provocou o ataque do animal. A ocorrência foi registrada na delegacia do município. O cão foi levado para canil do Centro de Controle de Zoonoses do município.

A Guarda Municipal foi acionada pelos vizinhos por volta das 19h20 e afirma que o cão de Bárbara, que foi levado para o Centro de Zoonoses

socorro chegou em menos de cinco minutos, momento em que não havia mais gritos. O imóvel estava trancado e teve de ser arrombado. Ao entrarem na casa, os patrulheiros encontraram o animal sobre o corpo da dona, coberto de sangue.

Com a ação dos guardas, o animal foi afugentado para os fundos da casa. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionado e foi ao local, constatando o óbito.

O corpo de Bárbara foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal), mas ainda não havia até a tarde deste sábado laudo sobre os ferimentos causados pelo cão. O velório de Bárbara aconteceu na manhã de hoje no Cemitério da Saudade, em Itapira, mas o corpo será enterrado em Pouso Alegre (MG), onde Bárbara tinha família.

Carinho

Segundo o vizinho Roberto Gomides, Bárbara tinha uma boa relação com o animal. “Ela sempre passeava com ele, era um xodó mesmo”, disse. No perfil dela na rede social Face book, uma foto do cachorro era utilizada como imagem de capa. Há ainda dezenas de fotos do cão no perfil da farmacêutica.

Entre os amigos, a notícia da morte causou comoção. “Estou revoltada. Minha amiga foi morta pelo seu cachorro. Ela o tratava como filho. Eu ainda não acredito”, disse Marcela Urbano Diego Silva, que era companheira de trabalho de Bárbara. Já Fernanda Soares, outra amiga, afirmou, no Face book, que está “chocada” com a morte.

O cachorro foi sedado e levado ao canil do Centro de Controle de Zoonoses da cidade, onde segue em observação. Segundo informações da Guarda Municipal, o cão deve permanecer no canil pelo menos até amanhã (7), quando será definido o que será feito com ele.

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

– Os pit bulls são cães extremamente fortes.

– Possuem estruturas óssea e muscular bem desenvolvidas.

– As cores mais comuns para estar raça são: preta, branca, marrom claro e marrom escuro.

– O pescoço é grosso e curto.

– Possui mandíbulas desenvolvidas e com muita força na mordida.

– O peso de um pit bull pode variar de 30 a 50 quilos.

– Com relação à altura, podem atingir de 35 a 50 cm.

clip_image003COMPORTAMENTO E TEMPERAMENTO:

– O pit bull é um cão ágil e com grande impulso muscular.

– Necessitam de um trabalho específico de treinamento e socialização para não se tornarem agressivos. Diante de sua força, a agressividade pode colocar em risco pessoas e outros animais. Devem circular em espaços públicos com focinheira e coleira, conduzidos por pessoas com força física.

– Não é recomendado ter este cão em casa com criança pequena.

– Os pit bulls são inteligentes e quando adestrados corretamente, tornam-se obedientes.

– Possui muita energia e vontade, além de necessidde, de praticar atividades físicas.

Atenção: O cruzamento indiscriminado e a utilização destes cães em rinhas de combate, geraram exemplares violentos de pit bulls. Há casos de cães que escaparam da casa ou do dono e atacaram pessoas, levando-as a morte.

Pit bull é um termo genérico que se refere a um conjunto de raças de cão, incluindo, mas não se limitando ao American Pit Bull Terrier, o American Staffordshire Terrier e o Staffordshire Bull Terrier, e os cruzamentos entre essas raças. Costuma-se usar apenas o termo Pit Bull para designar a raça American Pit Bull.Os dois Staffordshire pertencem à categoria dos Terriers, e o American Pit Bull é uma raça reconhecida oficialmente pela F.I.A.P.B.T (Federação Internacional American Pitbull Terrier) em Portugal a Delegação é presidida pelo Sr. Paulo Coelho e Representa a F.I.A.P.B.T em todos os países de língua oficial Portuguesa. A raça também é reconhecida pela ADBA (American Dog Breeders Association).

HISTÒRIA

A origem da raça remonta ao Século XIX. Em 1835, o parlamento inglês proibiu o esporte chamado bull baiting, um jogo sádico em que Bulldogs eram usados para atacar touros trazidos à arena (com a discutível intenção de amaciar-lhes a carne). O cão atacava o touro, evitando coices e chifradas, agarrava o seu nariz ou orelha, e segurava-se até que o touro caísse. Os súbditos e a realeza da época procuravam diversão, procurando distraírem-se da violência e das doenças de seu tempo comparecendo a esses espetáculos sangrentos. Felizmente, a opinião pública forçou o governo a tomar uma medida.

Uma vez que o bull baiting foi banido, os criadores que apreciavam a rudeza, coragem e tenacidade dos buldogues voltaram sua atenção para a criação de cães para a briga (ou rinha). Começaram com o bulldog, misturaram algum sangue de terrier, e produziram os Half and half ou Bull and Terriers,cães de pequeno porte e extrema força e dotados de maior agilidade que os buldogues de elevada força física, um cão que cumpria todas as suas expectativas. Os Bull and Terriers foram criados para agredir outros cães, matar ratos (pragas comuns na época), mostrando bravura, alta tolerância à dor, vontade de lutar até o fim, e não menos importante, afeição ao seu criador. Com o tempo passaram a se diferenciar em raças, tais como o Staffordishire Bull Terrier, o Bull Terrier, o Irish Staffordishire Bull Terrier e o Pit Bull (que não tinha um padrão para estética, mas sim em termos de temperamento).

Posteriormente, esses cães migraram para os Estados Unidos como cães de quinta e guardas de fronteira. Os cães do tipo físico Terriers do tipo Bull foram reconhecidos pelo UKC em 1898, sob o nome de American Pit Bull Terrier. Em 1902 a raça passou a ser reconhecida também pela ADBA, o AKC, não reconhece o APBT como raça, por ela ainda, em alguns países, ser um cão de luta.

Hoje em dia o Pit Bull é muito polêmico. É constante o noticiário de ataques de cães desta raça a nível mundial. Ainda assim, há os que defendam que sua real face é a de um cão dócil, leal e equilibrado, baseado em suas experiências pessoais.

Características

As características essenciais do APBT (American Pit Bull Terrier) são a resistência, autoconfiança e a alegria de viver. A raça gosta de agradar e é cheia de entusiasmo. O APBT é um excelente cão de companhia e é notável o seu amor por crianças.

Pelo facto de a maioria dos APBTs apresentarem certo nível de agressividade contra outros cães, bem como pelo fato de o seu físico ser poderoso, a raça necessita de proprietários que os sociabilizem cuidadosamente e que treinem obediência aos seus cães.

A agilidade da raça torna-a num dos mais capazes caninos, portanto uma boa cerca é necessária para a raça. O APBT não é a melhor escolha para os que procuram cães de guarda por ser extremamente amigável mesmo com desconhecidos. Comportamento agressivo para com o ser humano não é característico da raça, portanto isso é extremamente indesejável. A raça sai-se muito bem em eventos e exposições pelo seu alto grau de inteligência e pela sua vontade de trabalhar.

O APBT movimenta-se com uma atitude confiante e vivaz, oferecendo a impressão de que espera a qualquer minuto ver algo novo e excitante. Quando trota, a sua movimentação não demonstra esforço, é suave, poderoso e bem coordenado, mostrando bom alcance dos dianteiros e boa propulsão dos posteriores. Em movimentação, o dorso permanece nivelado, apresentando apenas uma leve flexão que indica elasticidade. Visto de qualquer lado, as pernas não se viram nem para dentro nem para fora e os pés não se cruzam nem interferem entre si. Conforme aumenta a velocidade os pés tendem a convergir em direcção ao centro da linha de balanço.

Quanto à trufa (focinho) dos cães, há 3 colorações: Red Nose (a mais popular), Black Nose (tradicionais), Blue Nose (raro)e os Blue Fawn (raro). Na pelagem todas as cores são aceites. Nos olhos inclusive a cor verde é aceite, no entanto, verde âmbar e azul vitrificado são completamente abominados. Cães com um olho de cada cor são considerados fora de padrão.

A musculatura do Pit Bull deverá ser trabalhada com exercício mas nunca com anabolizantes.

Genética

A agressividade do Pit Bull está associada a um gene recessivo podendo ser controlada a partir de criadores responsáveis, que devem ter a consciência de não vender tais exemplares a pessoas com perfil psicológico desviado, vendendo apenas para outros criadores já cadastrados nas suas bases de dados e que terão a responsabilidade de treinar tais animais. Normalmente em cada ninhada (aproximadamente de 8 a 14 filhotes, tendo casos de até 17 filhotes que se mantiveram vivos e sadios) a percentagem de filhotes “bravos” é de 10%, ou seja, na grande maioria, apenas 1 filhote se mostra com tal comportamento. Nesse filhote deve ser realizado a castração aos 18 meses de idade e administrado treino exaustivo além de muito carinho e convivência com outros animais desde a sua infância para que esse gene seja reprimido nas criações sérias.

Posse Responsável

Para que não se cometa injustiças com a Natureza, onde o homem se sente o dono, devemos primeiro ouvir os criadores e especialistas na raça, não em cães, pois os especialistas em cães tem uma tendência a não gostar da raça devido so seu histórico e devido a grande força que a mídia faz para 2vender notícias”. Para que a posse responsável surta o efeito desejado o proprietário deve passar por um exame psicológico e assinar termo de compromisso e responsabilidade para ter o privilégio de poder cuidar de tais animais e que deverão responder judicialmente por ele.

Mídia X Pit Bulls

Para a mídia os Pit Bulls são uma fonte de notícias magníficas, primeiramente se criou o estereótipo e o grande “pré-conceito” com animais te tanto valor, após a fama já criada cada notícia reflete em aumento da audiência ou venda de publicações como revistas e jornais. Porém há um grande problema, a cada notícia lançada na mídia o número de PIT BULLs abandonado nas ruas aumenta em 250% (dados do centro de zoonoses da cidade de Belo Horizonte acarretando em animais desestruturados para a vida “selvagem na cidade”, criando animais mestiços, pois os mesmos são mais fortes que os vira-latas tendo a preferência das fêmeas para copular. Além de se tornarem violentos no momento em que sentem fome e desprezo.

Mídia X Banalização da raça

Outro efeito causado pela mídia é a procura, por pessoas com o perfil desviado, para a aquisição desse animais. Sabendo que os mesmos são extremamente fortes e com muita disposição, pessoas com má fé já o adquirem para se auto afirmarem perante a sociedade. Esses animais passam por verdadeiras torturas. Passam fome, são alimentados a carne com muito sangue e pimenta, são privados de água, além de ficarem acorrentados durante todo o dia. São também privados de contato com outros animais e pessoas, o que os torna em animais medrosos e, consequentemente, agressivos. A mídia tem o papel mais importante de todos na banalização dessa raça, principalmente por criar situações não verdadeiras e enfatizar os ataques, que representam apenas 0,125% dos ataques de cães em todo o mundo. Por mais que não possa parecer, em filmes americanos muitas vezes são usados os American Pit Bulls Terriers para contracenar com crianças, muitos são usados pela polícia pela sua lealdade ao treinador e pela sua felicidade em servi-lo, o que infelizmente não é mostrado pela mídia.

Oclusão (encaixe dos dentes)

Outro erro muito comum é o aumento de suas capacidades, o Pit Bull não tem a força de 10 toneladas em sua mordida, a mordida dele é 10x mais fraca que a do Rottweiller (que são 2 toneladas). O APBT (American Pit Bull Terrier) foi criado para imobilização, portanto sua oclusão (encaixe dos dentes superiores e inferiores) é perfeito, contando também com uma grande abertura lateral dos lábios que lhes dão uma grande área para a respiração, mesmo com as mandíbulas mordendo algum objeto. Essa qualidade pode ser usada para o bem se caso o animal for bem treinado, sendo capaz de carregar coisas pesadas por longas caminhadas, além de ter a coordenação motora perfeita eles são precisos em suas pegadas. Animais treinados nunca mordem a mão de seus treinadores, mesmo quando estão eufóricos e seus treinadores seguram o objeto a ser mordido (bola, pau ou qualquer outro brinquedo).

Controvérsia

O American Pit Bull e seus parentes tinham uma reputação de cães leais e confiáveis durante as primeiras décadas do século passado. Nos últimos anos, contudo, essa imagem mudou. Seus membros têm sido considerados como extremamente violentos, assassinos de crianças, e merecedores mesmo de banimento em alguns países. A raça é uma das quatro mencionadas especificamente na Lei de Cães Perigosos de 1991, no Reino Unido. As outras três raças mencionadas são o Fila brasileiro, o Tosa japonês e o Dogo argentino.

Assim como há criminosos criando pit bulls para brigas e para amedrontar pedestres nas ruas, há também criadores sérios e éticos de pit bulls. Para piorar as coisas, os maus criadores muitas vezes deixam de treinar seus cães para não agredirem humanos, como os criadores do início do século passado faziam. Pelo contrário, treinam os cães para serem o mais violentos possíveis.

Como resultado, o termo Pit bull é hoje pejorativo e instiga medo em muitas pessoas. O preconceito gera lendas urbanas como a de que suas mandíbulas têm a forma de um alicate, que se trancam sob a carne de suas vítimas, exercendo 10 toneladas de pressão, e não poderiam ser abertas a menos que o cão tivesse a cabeça arrancada.

O resultado é o preconceito indiscriminado, que faz autoridades banirem pit bulls das comunidades, e companhias de seguros cancelarem seguros se a casa tem um pit bull. Vizinhos confundem de Boxers a Pugs com pit bulls, e tratam os cães (e muitas vezes seus donos) com ignorância, injustiça e hostilidade.

Na verdade, o pit bull é um cão inteligente, e muitos de seus exemplares são obedientes; são cães saudáveis que reclamam pouco e oferecem muito aos seus donos. Há até mesmo casos isolados de cães que servem de guias para cegos.

Assim como outros cães, pit bulls podem ser defensivos com relação ao seu território, mas, de modo geral, cães de luta não são territoriais. Como em todas as outras raças, alguns de seus membros mostram uma desconfiança com relação a outros animais, e uma propensão a atacar animais que se aventurem a cruzar seu caminho. Por causa de sua história de rinhas, pit bulls também podem mostrar agressão não-provocada contra outros cães e até mesmo contra crianças.

Pit bulls podem ser bons animais de estimação, mas devem ser tratados com cuidado e respeito por quem decidir cria-los. Quando em público, sempre devem usar guia curta, focinheira, enforcador ou coleira resistente, sendo conduzidos por pessoas com força física suficiente para conter o animal no caso de euforia. Não são recomendados para quem nunca teve cães.

Ranking De março de 2013 entre os produtos para tratamentos capilares com efeito liso e nutrição surpreende depois de mais de 5 anos sem grandes alterações confira! “As Escovas, Tratamentos térmicos, reconstrução térmica, Plástica e ou outros nomes que recebem…) Na YOU AND I você encontra todas, inclusive a NOVA LÍDER. distribuidorayouandi@hotmail.com (85) 8874-8787

Surpreende o novo Ranking dos Produtos utilizados para reduzir alisar, por fim ao volume e tratar os fios exatamente no período do ano que o Mercado nesse setor reacende e toma impulso, após os 3 meses iniciais do ano. Vamos adiantar-lhe as posições e depois ouvindo Profissionais e estudiosos desse mercado conflituoso procurar entender e compreender o que os números mostram.

grafico1° Lugar-Lyzzy Innovator LYZZY INNOVATOR 19,9%

2° Lugar- Liso De Ouro BRASIL LYZZY 18,8%

3° Lugar- Liso Perfeito BRASIL LYZZY 17,9%

4° Lugar – Blond Efficient BRASIL LYZZY 12,9%

5° Lugar – Kapy KAPY YOU AND I 6,1%

6° Lugar – Agimax S’OLLER 6,0%

7° Lugar – ZAP ZAP YOU AND I 5,8%

8° Lugar° – Fênix FÊNIX- YOU AND I 5,7%

9° Lugar- Agi Matrix STAR SYSTEM 0,3°

10° Lugar- Royal Liss MUTARI 0,1%

Informações:

· Pesquisa Feita em todos os Estados da federação, relativos ao período do mês de Março De 2013 no Período entre.

· A Soma das 10 primeiras colocadas no Ranking somam 94% de todas as vendas de produtos no segmento. Assim, 94% optou por uma das 10 marcas acima. 6 % é dividido entre as 148 marcas restantes.

Perante mudanças significativas no Ranking procurou-se ouvir pessoas do segmento:

Segundo Edward, um dos Coordenados da Hair-Brasil“A Mudança surpreende, pois não implica apenas em alternância de posições. O que vejo é o Primeiro Lugar nas mãos da Única Empresa que realmente traz algo novo com a campanha: LYZZY INNOVATOR- EVOLUÇÃO E INOVAÇÃO SEMPRE. Vale ressaltar quanto a Lyzzy Innovator dois s números não refletem a aspectos relevantíssimos que explicam a liderança e mostra que ela aumentará a distancias sobre as demais. 1°- É o Primeiro Tratamento capilar da histórica que aufere Liso E Tratamento Simultaneamente baseado em uma Descoberta da Ciência, uma Conclusão científica. 2°- Os números não retratam realmente o potencial de seu Mercado, pois eles averiguam o mês de março com um todo e a Lyzzy Innovator somente esteve disponível por 18 dias do Mês avaliado.”

Luiz Sotter, especialista em números e suas evoluções comparativas diz: “Houvera mudança como jamais houvera antes; porém algumas coisa permanecem: A supremacia da Brasil Lyzzy é uma delas. Uma única Empresa detém quase 50% do mercado, mais precisamente 47%. Isso significa uma consolidação na marca e de sua qualidade. Outra coisa que parece imutável é a forte tendência de desaparecimento de marcas outrora fortes, hoje com pouca expressão. Eu diria que as Marcas Agi Matrix e Royal Lizz da mutari, se não procurarem parceiros para investir e melhorar seus produtos, não mais estarão na próxima lista. Observe que houvera o Fortalecimento de duas Marcas que juntas somam 11,5% (ZAP YOU AND I e FÊNIX YOU AND I). É bom observar que a “YOU AND I” entrou pra valer, saindo da postura de apenas Distribuir para investir pesado, e na minha visão os grandes vencedores mostrado pelos números são:

1- Lyzzy Innovator- graças a resultados comprovados cientificamente através do Princípio da alternância doa ativos.

2- Brasil Lyzzy- Sem dúvida é a Maior marca do país. Possui seus três produtos no TOP 10 e unidos possui metade, 505 do mercado. É a marca Do brasil, a marca que o brasileiro veste a camisa e diz: Eu tenho Orgulho de ser brasileiro.

3- A Força e a credibilidade da maior Importadora e Exportadora de Cosméticos do brasil, agora investindo em Parcerias que foram, sem dúvida a responsável pelo posicionamento da ZAP YOU AND I e da FENIX YOU AND I. Agora as pessoas devem estar atenta, pois agora muita gente irá querer vender Fênix como se todas fossem FÊNIX YOU AND I.

Bom, gente, cedinho já temos para você essa mudança na Cosmética, e estamos agora tentando contatar os que representam, principalmente a Lyzzy Innovator, Brasil Lyzzy, e YOU AND I, assim como a nova FENIX YOU AND I E ZAP YOU AND I. Logo que possuirmos fatos reais, os traremos em primeiríssima mão.”

                                                                                       Reportagem: Elaine Viana castro

                                                                                                                              Supervisão: Marcelo vieira

logo youandi

A Distribuidora de cosméticos YOU AND I é o lugar onde você encontra o TOP 10 das mais vendidas no Brasil e mais 20 outras marcas de sua preferência:

Conosco você possui:

Segurança

Respeito

Certeza De está Adquirindo o produto Original

Descontos Exclusivos

Promoções

Nós temos uma história: YOU AND I (em português) eu e você; ou seja, juntos, de mãos dadas, sempre!

O Maior suporte, ultrapassando o que as marcas oferecem

Atendimento sem Igual.

logo youandi

  E-mail; youandicosmeticos@hotmail.com

Por Chat MSN: youandicosmeticos@hotmail.com

SKYPE- distribuidorayouandi

(85) 8874-8787

        (85) 9915-5599

        (85) 8747-4926

        (85) 8843-4936

Não sabe o que é o princípio da Alternância dos ativos? Conheça-o Aqui!

Queres ficar Por Dentro do universo Feminino? Clique aqui!

Queres saber mais sobre a liso De Ouro? Clique aqui!

Anúncios

Sobre revistadainternet

Sou Rômulo Soares Albuquerque, nascido em 02 de Março de 1976, formado em Direito desde 1999, com inscrição da OAB-CE sob o número: 13.414 residente e domiciliado em Fortaleza-Ce. E-mail pessoal: romuloalbuquerque.adv@msn.com

Publicado em 7 de abril de 2013, em pit, pitbull, pitbil, bull, pitbul ataca, pit bull ataca, pit bull ataca própria dona no interior de são paulo, pit, bull ,ataca, própria, dona ,no, interior, de, são ,paulo, lyzzy, lyzzy innovato e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s