ESPECIAL:ENTREVISTA COM MARCELO RIBEIRO À FOLHA DE SÃO PAULO, QUE FILMOU NU AOS 12 ANOS DE IDADE COM XUXA, QUE À ÉPOCA TINHA 16 ANOS; REPERCUSÃO DE SUAS FRASES NO “NA MORAL” E UMA ANÁLISE SOBRE OS ATOS E ERROS QUE XUXA INSISTE EM REPITIR. TUDO PELA FAMA


NXUXAXXXXXX

Na medida em que você tem a liberdade de dizer o que quiser, nasce para o outro, com o devido respeito analisar o que é proferido por esses alguém….Vamos à MATERIA sobre XUXA, e logo abaixo uma análise única entre a Xuxa que ela conhece; e a Xuxa que a própria Xuxa desconhece…Vamos lá…
“Eu ia beijar muito, namorar muito, dar muito”, diz Xuxa sobre a hipótese de não ser famosa

O tema era a fama, mas o último “Na Moral”, de Pedro Bial, acabou sendo sobre a fama de Xuxa, a principal convidada da noite. Ela dominou o programa, repetindo revelações que fez na célebre entrevista ao “Fantástico”, sobre a violência sexual que sofreu na infância, mas também dando declarações bem engraçadas sobre o assunto.
Convidada a dizer o que faria se tivesse 15 segundos de anonimato, falou: “Eu ia beijar muito, eu ia namorar muito, eu ia dar muito… eu ia para alguns lugares que não posso ir fazer o que eu quisesse e ninguém ia escrever em lugar nenhum”.
Também observou: “A fama deixa a gente meio cega, surda e paralítica”. Chamando Bial de Pedro, foi chamada pelo apresentador de “Xuxazinha”.
O programa exibiu um dos momentos mais constrangedores da história do “Jornal Nacional” — a notícia, narrada com toda a solenidade por William Bonner, do nascimento de Sasha, e duas reportagens com o bebê e a mãe. Xuxa teve, então, a oportunidade de dizer que hoje compreende ter exposto em demasia a criança.
Em outro momento, provocada por Bial, a apresentadora disse que leu tudo que foi escrito sobre a entrevista ao “Fantástico”, exibida em maio, e ficou muito chateada por não ter sido compreendida. “Eu queria realmente ajudar”, disse, em tom de lamentação. Mesmo assim, voltou a contar que foi abusada por um namorado de sua avó.
Em clima de “Arquivo confidencial”, o programa mostrou depoimentos de parentes de Xuxa e de Viviane Senna, que falou da “paixão” do irmão, Ayrton, pela apresentadora. “A gente viu algo que você perdeu com a fama…”, completou Bial, referindo-se a Senna.
Foi a oportunidade para Xuxa repetir a história, contada no “Fantástico”, que planejava se encontrar com o piloto no fim-de-semana de sua morte, mesmo sabendo que ele tinha outra namorada.
Mesmo não tendo o seu nome citado, Adriane Galisteu reagiu ao comentário escrevendo, em seguida, no Twitter: “Papai do céu, dai-me paciência… Muita paciência!!! Na moral na moral! Só na moral!”
Xuxa também fez propaganda da marca de cosméticos que pagou para que ela mudasse a cor de seus cabelos e dançou com Bial no palco do programa. O apresentador encerrou a temporada do “Na Moral” prometendo voltar a se encontrar com o público em janeiro, no “Big Brother Brasil”.
Bem, Xuxa começou com pé esquerdo sua carreira… Acreditava tanto em si que pousou nua por uma quantia pequena em dinheiro. Teve a imagem e o visual, assim como a postura e lei do silêncio imposta pela Rede Globo De Televisão, justamente para não tornar um desastre o Projeto elaborado cuidadosamente pela emissora ” Rainha Dos Baixinhos”. Acredito verdadeiramente na mudança das pessoas. Mas toda mudança é lenta e paulatina, para ser verdadeira. As demais posturas de Xuxa, durante sua vida, mostram que seu crescimento foi limitado. Vou abordar alguns casos soltos, e quero que escrevam, concordando ou não comigo.
xuxanua011- Eu, Rômulo Soares Albuquerque sou uma das pessoas que mais luta contra qualquer tipo de preconceito. Sou, entretanto, ciente de que que os possuo, porém, na hora que o detecto, trabalho minha cabeça, pois nada, absolutamente nada justifica ideias pré-concebidas a respeito de algo ou alguém. Assim, quero afirmar a todos que nada tenho contra mães solteiras… Tenho contra os pais que não são homens para assumir seus atos e honrarem a calça que vestem. A questão não é a de ser ou não mãe solteira, mas a premeditação visando ter um filho, que nem em sonhos terá juntado Pai e Mãe. Analisando pelo contexto e desdobramento da História, Xuxa manteve relações sexuais com um Homem de família Rica e Tradicional, ou fez inseminação artificial desse. Não cabe aqui esse assunto, mas a mensagem que esse ato público passou à meninas, adolescentes e mulheres. Eu posso errar… Eu posso arriscar… Eu posso tentar… Mas a ação premeditada é o que torna o ato frio, maquiavélico, pensado nos mínimos detalhes, tendo havido, inclusive a possibilidade de gerarem uma irmã para Sacha. Sem falsa hipocrisia… Será que por toda a vida Xuxa não chegou pelo menos a ” GOSTAR” de alguém de verdade? Teria que escolher alguém, que se beneficiaria com a publicidade e fama da apresentadora para ter um filho. Será anormal pensar que um filho seja fruto de amor, ou de querer conviver duas pessoas com a criança, como no caso da adoção? Se a questão era ter um filho, necessariamente teria que ser um filho sanguíneo? Vejo essa como uma das piores condutas, dentre várias da apresentadora.
2- Adriane Galisteu era a namorada de Ayrton Senna quando esse faleceu. Viviane Senna, nada interesseira, pessoa santificada, colocou Xuxa no lugar que ela acreditou ser dela: o de viúva. Ademais, divulgou que teria um suposto encontro com Ayrton após o grande prêmio… Nitidamente Xuxa foi a viúva… Ridículo como ser humano, desrespeitoso com o relacionamento de Senna e Galisteu. Maquiaram um ser humano, achando que jamais a farsa cairia… Sempre esteve a se locupletar de momentos em que ela não era pertinente.
3- Xuxa não é nem uma criança… Agora, anos depois, necessitando de audiência, de público, tanto para si quanto para o Fantástico faz revelações e, mente ao dizer que não imagina na repercussão que isso causaria. Primeiro: Porque não abriu a boca quando o Estado tinha o Direito de punir o malfeitor? 2- Qual a prova inequívoca de que Xuxa passara pelo que narrou? 3- Porque o anúncio ser feito como uma bomba… Cheio de Marketing, maquiagem e farsa?
xuxanua034- Observem que nem toquei no suposto romance com Pelé… Mas pelas atitudes de Xuxa….
O PROGRAMA:
Pedro Bial se supera com o programa ” NA MORAL”. Quem conhece sua biografia, sua História, sabe que o “BBB” não o faz feliz. Mas o “BBB” é a segunda maior fonte de Dinheiro da Rede Globo, perdendo apenas para o carro chefe da Empresa Carioca, conhecida no passado como novela das 8:00 e agora das 9:00. Em fim, a novela que reúne os melhores atores, diretores, Escritores, que possui sempre um monitoramento em tempo real. Mas não há como imaginar que alguém com o conteúdo, o potencial, e a História de Pedro Bial, se realize trabalhando 3 meses por ano no “BBB”. Ele ainda conseguiu dá um “algo mais” a um formato enfadonho, onde cada palavra é trabalhada, pensada e, porque não, manipulada. Então o “Na Moral” chegou para levantar a moral de Bial, e o mesmo possui tamanha fama, ou peso na Rede Globo que se dá ao luxo de levar quem quiser, e com um jeito extrovertido, porém focado em objetivos, ele arranca verdades que a pessoa não diria, não aceitaria. Um dia Xuxa disse ter se arrependido de ter posado nua e ter feito filme erótico, inclusive com um garoto em cena. Anos mais tarde, quando mãe, expôs Sacha, e isso foi mostrado por Bial. Ela também disse ter se arrependido. Mas a questão é sempre a mesma: trazer os holofotes para si. Xuxa disse o lado ruim da fama… -Pergunto: alguém com seu perfil ou atitudes abriria mão da fama para ter esses momentos de liberdade. Pior, em um País onde as mulheres perderam a identidade, pois interpretaram direitos iguais entre Homens e Mulheres, repetir os erros dos Homens. O movimento no Brasil feminista, resumiu-se a: Ele transa com 5 por semana eu posso transar com 10. Erros não justificam outros erros. Quando se dera conta disso, faltou a chamada identidade. A mulher não tinha o psicológico para o que o movimento lhe impôs. Mas não é esse o tema. Um programa onde pode e deve ser usado para distrair, informar, contribuir, a pessoa mencionar que se não fosse famosa” Namoraria, beijaria e transaria muito”… Se ela quiser, ou quisesse namorar e fazer o que ela diz que faria, não necessitaria abrir mão da fama. O dinheiro nesse meio compra tudo. Ou seja, frases hipotéticas, onde não se tem como nada provar, é típico de quem não tem nada a dizer. E é isso que Xuxa faz e diz…

Bem, esperamos os comentários, os feedbacks… O facebook é um parceiro fiel do www.revistadainternet.wordpress.com , graças a vocês, estamos no Top 4 mais acessado do País. Nossa abordagem diferenciada é nítida e sempre elogiada por vocês. Então… Rapidinho… Mande seu comentário…

revistadainternet@hotmail.com

internetdamulher@gmail.com

vamos, sugestões, críticas, elogios… Precisamos de vocês….

frametastic

ENTREVISTA COM MARCELO RIBEIRO À FOLHA DE SÃO PAULO, QUE FILMOU NU AOS 12 ANOS DE IDADE COM XUXA, QUE À ÉPOCA TINHA 16 ANOS.

O tempo passou,  não apenas para Xuxa. O menino de 12 anos que protagonizou o polêmico filme “Amor Estranho Amor” (1982), com cenas sensuais ao lado da então modelo e atriz, tem 38 anos e é pai de família. Agora, Marcelo Ribeiro conta com exclusividade à Folha Online que está escrevendo um livro sobre a experiência.

Na obra, ainda sem editora, o profissional de informática detalha sua filmografia –composta por “Eros, o Deus do Amor” (1981), “Amor Estranho Amor” (1982) e “Pecado Horizontal” (1982). Bastidores da aventura com a rainha dos baixinhos, é claro, serão incluídos.

Entre diversas passagens do filme dirigido por Walter Hugo Khouri (1929-2003), a eterna rainha dos baixinhos se deita nua sobre Ribeiro e diz frases como “logo você vai virar um gurizão, mas desde já você já é um sabonetinho” e “eu sou uma ursinha macia, olha como eu sou macia”. O filme saiu quase completamente de circulação após decisões judiciais em favor da apresentadora –o YouTube, porém, ainda disponibiliza fragmentos do longa.

Segundo Ribeiro, a ideia de escrever um livro surgiu a partir de perguntas em uma comunidade no site de relacionamentos Orkut criada pelo irmão de Marcelo. Em entrevista, ele fala sobre o livro, a interrupção de sua carreira artística e diz se arrepender de ter “jogado contra a Xuxa”.

Confira a entrevista:

Folha Online – O que você pretende contar no livro?

Marcelo Ribeiro – Vou contar exatamente a história do meu trabalho, na íntegra, com base nas perguntas que as pessoas me fizeram no Orkut. Vou fazer uma analogia do meu trabalho com base em um jogo. Quem conhece os filmes vai entender às claras. Quem não conhece, vai ficar curioso para conhecer. Isso eu garanto.

Folha Online – Como você foi escolhido para participar do filme “Amor Estranho Amor”?

Ribeiro – Participei de um teste com 500 meninos para o filme “Eros, o Deus do Amor” (1981), de Walter Hugo Khouri, em que fiz cenas sensuais com Kate Lyra. O Khouri notou a repercussão que o filme teve por usar uma criança e resolveu escrever o filme “Amor Estranho Amor”.

Folha Online – Como foi filmar com a Xuxa?

Ribeiro – Não vá me chamar de arrogante, mas ela não era “a” Xuxa. Eu estava no meu segundo filme e era o ator principal. Foi o primeiro filme dela, em que fez praticamente uma figuração. E isso é o que me incomoda quando as pessoas tratam como “filme da Xuxa”. Não é. Para mim foi normal. Mas eu amei de paixão filmar com a Vera Fischer. Nossa…

Folha Online – E como o longa se transformou no “filme da Xuxa”?

Ribeiro – O primeiro cartaz de porta de cinema era uma foto minha com braços cruzados segurando uma foto que representava um útero remetendo à história de Édipo e Jocasta. Quando a Xuxa começou a fazer sucesso na [extinta] TV Manchete e foi consagrada como “rainha dos baixinhos”, a produtora mudou a linha de divulgação do filme. Colocaram Tarcísio [Meira], Íris Bruzzi, Vera Fischer e Mauro Mendonça vestidos e a Xuxa nua no meio. Deixou de ser o filme do garoto para ser o filme da Xuxa. No livro vou dizer por “a mais b”, nas entrelinhas, como fizeram isso.

Folha Online – Como era para um menino de 12 anos, na puberdade, filmar cenas eróticas?

Ribeiro – No meu primeiro filme, eu não sabia muito bem como agir. Eles colocaram fita crepe “lá” porque eu não conseguia me controlar. Foi difícil. Mas depois, aprendi a separar o que era trabalho e o que era íntimo. Mas claro que sempre rola uma brincadeira, uma situação constrangedora… O set de filmagem é muito místico, você nunca sabe o que pode acontecer.

Folha Online – Em “Amor Estranho Amor” você também usou a fita adesiva?

Ribeiro – Não, daí foi um nu normal.

Folha Online – A Xuxa foi fetiche entre os meninos. Como se sentia por ter se deitado nu com ela?

Ribeiro – Quando ela era original de fábrica… Nossa! Era linda. Aquela da televisão já era outra, já estava desconfigurada. Mas nossa, a Matilde Mastrangi… Meu Deus do céu! Era um mulherão.

Folha Online – Depois que saía das filmagens, quem mais ficava nas suas lembranças?

Ribeiro – A Xuxa, mas foi pelo jeito espontâneo, amigo. Hoje penso que o sucesso que ela faz é merecido. Ela me cativou pelas brincadeiras.

Folha Online – Qual foi o último contato que você teve com Xuxa?

Ribeiro – Foi em 1983, no programa em que Hebe Camargo fez uma homenagem para Xuxa. Eu estive como um amigo para relembrar um trabalho que ela havia feito. Ninguém pensava no filme de forma pejorativa, como aconteceu depois.

Folha Online – Já foi ao programa da Xuxa?

Já, mas não consegui entrar porque deveria ter agendado lugar. Cheguei lá, falei quem eu era, mas não consegui.

Folha Online – Nunca mais teve contato com ela?

Ribeiro – Em 2003, recebi propostas para colocar a mão numa grana e fazer parte de uma revista sensacionalista. Liguei para contar para o advogado dela, que disse que me ligaria de volta. Estou esperando até hoje.

Folha Online – Mas o que você queria?

Ribeiro – Eu errei. Cometi uma falha muito grande na minha vida. Devido à minha cabeça alienada, quando estourou a proibição do filme, eu trabalhava na produtora [Cinearte, mesma do filme]. Fui condicionado a sair com a fita embaixo do braço, rodei o Brasil inteiro aparecendo em programa de TV e divulgando essa fita em porta de cinema. Eu joguei do lado errado, fiquei do lado da produtora. Eu achava que a Xuxa estava errada com a proibição. E só depois que cresci entendi o lance dos cartazes [apelativos]. Nunca liguei para pedir dinheiro para ninguém. Liguei para explicar a situação e mostrar que eu havia entendido o lado dela.

Folha Online – Como é a postura dela?

Ribeiro – Sempre neutra. Fiz uma matéria em um jornal, mandei fotos, fiz um estardalhaço. Ela processou o jornal, que teve de pagar R$ 1,5 milhão. Mas ninguém nunca me ligou para me ameaçar, para pedir nada. De duas, uma: ou eles não vão mexer com um cara que não tem onde cair morto ou, quanto mais bagunça eu fizer, mais aumenta a possibilidade de ganharem dinheiro.

Folha Online – Sua carreira artística já foi prejudicada por causa do filme?

Ribeiro – Tudo se fechou para mim. Não acredito que “mandinga” iria travar a minha vida. Tem uma engrenagem muito maior. No filme “Perfume de Gardênia” [1992], já estava tudo acertado verbalmente para que o adolescente do filme fosse eu. Senti que houve uma manipulação por fora, alguém comeu pelas beiradas. Depois que a Xuxa impediu a circulação da fita, senti que travou um pouco, por receio das pessoas darem o crédito para alguém que pudesse repercutir negativamente. Minha participação na “Casa dos Artistas” também estava praticamente certa, mas um diretor do SBT me disse que aquilo não era para mim. Isso não significa que tenha sido pivô da minha parada no mercado.

revistadainternet@hotmail.com

internetdamulher@gmail.com

vamos, sugestões, críticas, elogios… Precisamos de vocês….

Anúncios

Sobre revistadainternet

Sou Rômulo Soares Albuquerque, nascido em 02 de Março de 1976, formado em Direito desde 1999, com inscrição da OAB-CE sob o número: 13.414 residente e domiciliado em Fortaleza-Ce. E-mail pessoal: romuloalbuquerque.adv@msn.com

Publicado em 1 de setembro de 2012, em globo, google, jeanequine, pelé, rainha dos baixinhos, rede globo, senna, xuxa, xuxa pelada, nua,, xuxaperde na justiça e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s